CognitivaDeficiênciaT21 síndrome de Down

Google faz parceria com pessoas com síndrome de Down

Loading Likes...

Google faz parceria com pessoas com síndrome de Down

“Project Understood” visa coletar dados de voz de adultos com síndrome de Down, a fim de melhorar seus modelos de reconhecimento de voz.

Os diversos dispositivos controlados por voz podem ser recursos muito úteis para ajudar no dia a dia de pessoas com síndrome de Down. Porém, esses mesmos dispositivos muitas vezes custam a compreender a fala dessas pessoas, uma voz que são programados sem levar em consideração inúmeras variações na fala que os seres humanos podem apresentar.

Pensando numa solução para este problema, a agência FCB Canadá e a Sociedade Canadense de Síndrome de Down – que já são parceiras em vários projetos inovadores que ajudam a humanizar e celebrar pessoas com Síndrome de Down – lançaram o “Project Understood”, que pretende melhorar a plataforma de reconhecimento de voz do Google.

Segundo o Google, a taxa de erro dos dispositivos de voz na compreensão de pessoas com Síndrome de Down é, em média, 1 em cada 3 palavras. Isso pode ser frustrante, além de afetar completamente a experiência de uso da tecnologia de voz, que busca facilitar processos, e não complicá-los.

Com isso, o “Project Understood” visa coletar dados de voz de adultos com Síndrome de Down, a fim de melhorar seus modelos de reconhecimento de voz. É importante lembrar que essas máquinas aprendem por meio de dados, então, quanto mais dados elas obtêm, mais precisas serão.

Cronometrado para coincidir com a Semana Canadense da síndrome de Down, o lançamento do projeto inclui uma campanha de recrutamento na esperança de conseguir que mais pessoas com Síndrome de Down participem do programa para ensinar os dispositivos do Google a entender uma gama mais ampla de vozes.

Confira o filme:

Fonte: Promoview
B9

Foto: Divulgação Project Understood

Tags

Ana Sodré

Sentir-se bem em fazer o bem… Sou antes de tudo um ser humano que ama a vida e estou sempre em busca de um mundo melhor. Atuei nos últimos 30 anos como empresária e editora, destacando três grandes publicações, a Revista Médico Repórter e o Jornal Hipócrates, atingindo a classe médica. E, por 2 anos a Revista Aimè, voltada para o público gay masculino, com venda em banca no âmbito nacional, sendo também distribuída na Argentina e em Portugal. A repercussão foi muito positiva, do qual recebi um prêmio Mulher Excelência 2009 - CIESP. Ao receber o convite para ser parte do Instituto - “Eu Causo”, foi como um raio de sol iluminando o meu horizonte… Envolvida na saúde, ao longo destes anos me deparei com diversas situações, oras boas, outras nem tanto, porém algo sempre me chamou a atenção, a fragilidade do Ser Humano. Pude perceber de perto, o quanto estamos vulneráveis mediante uma doença, quer seja em causa própria, ou de alguém da família, um amigo... Com base nessa premissa, agarro este projeto com o mesmo propósito: contribuir, através da informação, para um melhor estar! Estarei comprometida a identificar os avanços da medicina em prol da saúde, em responder as demandas da população; e vendo como as pessoas se conectam mais, me engajarei para que cada um de vocês utilize este portal, na certeza que irão encontrar um espaço acolhedor e aglutinador, para que juntos, possamos alcançar um estado de felicidade. Eu escolhi cuidar! … Eu causo!… E você?

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar