CausadoresEstou Causando

Advogada “causando” para saciar a sede dos moradores de rua

Água é fonte de Vida

Loading Likes...

Advogada constrói bebedouro no muro de casa para moradores de rua

O que motivou a advogada Márcia Regina Pini, a construir um bebedouro público no muro de sua casa, foi o calor escaldante e a seca prolongada em Porto Velho, capital de Rondônia. Mas ressalta que água é fonte de vida, e que independente do clima quente ou frio, o ano inteiro quem passar pelo muro da casa dela com sede, terá água disponível. Evidenciando que o foco é para atender aos moradores de rua.

A fonte fica na Rua Brasília, no bairro São Cristóvão. Segundo Márcia, sua intenção era apenas “fazer o bem sem olhar a quem”. Ela ficou sensibilizada ao descobrir que vários moradores de rua sofrem com problemas renais por não beberem uma quantidade suficiente de água todos os dias.

Decidida a fazer algo para ajudá-los, ela começou a planejar a construção do bebedouro – para criar a fonte, a advogada comprou uma pia, uma torneira e um equipamento elétrico que mantém a água fresca e gelada. O local ficou pronto há mais de seis meses, e ainda surpreende a quem passa por lá.

“Eu fiquei pensando em uma forma que eles (moradores de rua) não precisassem tocar a campainha. E não só para atender essa população, mas qualquer pessoa que passar. Afinal, a água é a fonte da vida. A sede é uma tortura“, contou.

De início, Márcia conta que a ideia foi recebida com descrédito e desconfiança por alguns familiares e vizinhos. No entanto, após explicar suas motivações, todos entenderam a relevância da boa ação.

“Às vezes as pessoas têm medo, ficam preocupadas, mas a população de rua não é violenta. Hoje, a gente vê pessoas passando, enchendo a garrafinha e eu fico feliz de poder contribuir.”

Todos os dias, Márcia e sua família limpam o bebedouro e colocam copos descartáveis. Há alguns meses, a vigilância sanitária de Porto Velho visitou o local, conferiu a fonte e bebeu da água. Tudo aprovado.

A advogada criou por conta própria toda a decoração de azulejos. “Eu quis fazer uma arte e tinha alguns restos desse material, planejei e acabou saindo. Lembra uma tulipa.”

Passando por ali para visitar uma loja, o auxiliar de serviços gerais Márcio Kluska se surpreendeu ao perceber a fonte de água gelada no muro. Ele conta não ter pensado duas vezes ao se aproximar para “matar a sede” e se refrescar.

“Normalmente ninguém nem quer mostrar o que tem dentro de casa, pensei que era pegadinha. Quanto mais dinheiro, menos demonstração. Mas ela tem um bebedouro aí dentro gelando o dia inteiro. Já me ajudou, matou minha sede”, e de vários moradores de rua, disse.

O bebedouro público também chamou a atenção do autônomo Richardson Bemer. “Fiquei muito surpreso de ver pessoas assim se solidarizando com as outras. Muitas pessoas não têm dinheiro para comprar uma água engarrafada e esse bebedouro ajuda.”

Segundo Márcia Pini, a próxima ideia a ser executada em breve será uma cantina para fornecer alimentação para aqueles que vivem nas ruas da cidade.

Márcia é uma humanista, “causadora” de impacto social. É um exemplo à sociedade, merece nossa admiração. E você? Vamos causar?

Fonte:G1 / Fotos: Diêgo Holanda/G1

Ana Sodré

Sentir-se bem em fazer o bem… Sou antes de tudo um ser humano que ama a vida e estou sempre em busca de um mundo melhor. Atuei nos últimos 30 anos como empresária e editora, destacando três grandes publicações, a Revista Médico Repórter e o Jornal Hipócrates, atingindo a classe médica. E, por 2 anos a Revista Aimè, voltada para o público gay masculino, com venda em banca no âmbito nacional, sendo também distribuída na Argentina e em Portugal. A repercussão foi muito positiva, do qual recebi um prêmio Mulher Excelência 2009 - CIESP. Ao receber o convite para ser parte do Instituto - “Eu Causo”, foi como um raio de sol iluminando o meu horizonte… Envolvida na saúde, ao longo destes anos me deparei com diversas situações, oras boas, outras nem tanto, porém algo sempre me chamou a atenção, a fragilidade do Ser Humano. Pude perceber de perto, o quanto estamos vulneráveis mediante uma doença, quer seja em causa própria, ou de alguém da família, um amigo... Com base nessa premissa, agarro este projeto com o mesmo propósito: contribuir, através da informação, para um melhor estar! Estarei comprometida a identificar os avanços da medicina em prol da saúde, em responder as demandas da população; e vendo como as pessoas se conectam mais, me engajarei para que cada um de vocês utilize este portal, na certeza que irão encontrar um espaço acolhedor e aglutinador, para que juntos, possamos alcançar um estado de felicidade. Eu escolhi cuidar! … Eu causo!… E você?

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja Também

Fechar