Saúde Animal

Cadela e gatinhos cegos se unem para cuidar de filhotes abandonados em abrigo

Kelly H. cuidava apenas de cães quando encontrou Suzie há oito anos, mas sua amiga canina, amante de gatinhos, mudou seu pensamento quando elas começaram a oferecer um lar temporário para gatinhos

Loading Likes...

 

Foto: Kelly H.

Há aproximadamente quatro anos, Kelly foi a um abrigo local para ver se poderia cuidar de um cão. Não havia nenhum, mas havia uma ninhada de gatinhos de quatro semanas que precisavam de amor.

Preocupada com a possibilidade de Suzie não aceitá-los, ela disse “sim” de maneira hesitante. “Descobrimos que ela era maravilhosa com os gatinhos. Eu continuava levando mais para casa (convencida de que eu nunca adotaria). Então Kushi veio”, contou Kelly ao Love Meow.

Kushi imediatamente gostou da cachorra e permaneceu com ela o tempo inteiro. O gatinho tinha um olho infectado que mais tarde foi removido. Após receber tratamento e fazer uma cirurgia, Kelly cuidou dele.

“O tempo inteiro, eu estava tentando me convencer de que eu não poderia mantê-lo, mas ele e Suzie eram uma boa dupla. A maioria dos meus adotados gosta muito de Suzie, mas ele a amava em um nível completamente diferente e ela realmente o amava. No segundo em que começamos a procurar uma família para ele, notei que não podia deixá-lo ir, então ele ficou”, acrescentou.

Daquele dia em diante, Kushi se uniu a Suzie para ajudar os gatinhos adotivos que sua tutora levava.  Seu primeiro gatinho adotivo, Shawn, tinha problemas de visão. Kushi parecia simpatizar com ele e lhe fazia companhia.

Foto: Kelly H.

Quando Kelly ouviu falar sobre a gata cega Sunny há um ano e meio, ela imediatamente se ofereceu para adotá-la, pensando que a felina poderia ser uma boa amiga para Kushi.

Não demorou muito para Sunny se apaixonar pela cadela. Poucos dias depois, Kushi começou a cuidar da gata cega. Sunny não gostava de banhos, mas não conseguiu resistir ao amor. Sempre que Kelly levava novos filhotes, os três se juntam para recebê-los e oferecer-lhes ajuda de diferentes formas.

“Suzie tende a assumir o papel de protetora. Ela fica tão preocupada quando os gatinhos choram. Ela foi uma grande ajuda para domesticar gatinhos selvagens no passado. Ela também se comporta de forma muito diferente ao redor de diferentes gatos. Quando conhece um animal muito nervoso, não olha diretamente para eles, se movimenta muito devagar para não apavorá-las e apenas tenta não ser ameaçadora. É muito doce”, relatou.

Foto: Kelly H.

Enquanto Suzie ajuda a acalmar os gatinhos, Kushi os lava, mantendo-os limpos. Assim como Suzie, ele corre sempre que ouve o choro de um filhote.  Sunny, a mais nova dos três, está seguindo os passos dos seus irmãos. “Como ela não consegue ver, os cheiros novos a deixam um pouco nervosa, mas ela geralmente se aproxima deles em alguns dias. Ela brinca com os gatinhos e me ajuda a socializá-los, tem realmente um grande coração”, continuou Jelly.

Muitos gatinhos e até mesmo cãezinhos encontraram o amor e o confiança graças aos três amigos peludos. Mesmo os gatinhos mais tímidos se sentiram acolhidos por eles. Juntos, os três formam uma equipe incrível, ajudando gatinhos e cãezinhos em necessidade.

Fonte: ANDA

Anda.jor.br

A ANDA difunde na mídia os valores de uma nova cultura, mais ética, mais justa e preocupada com a defesa e a garantia dos direitos animais. É o primeiro portal jornalístico do mundo que combate a violência social e a destruição do meio ambiente a partir da defesa dos direitos dos animais. Com profissionalismo, seriedade e coragem, a ANDA abre um importante canal com jornalistas de todas as mídias e coloca em pauta assuntos que até hoje não tiveram o merecido espaço ou foram mal debatidos na imprensa. ...Neste espaço vamos trazer todos os tipos de notícias sobre saúde animal. Como poderão acompanhar, uma grande parte dos animais podem sofrer das mesmas doenças que nos acometem como diabetes, dermatites, nanismo, Alzheimer, cegueira, paralisias e outras mais. Ao mesmo tempo a proximidade e a relação próxima de amor com animais nos traz benefícios, sem que ao menos percebamos! Fiquem sempre atentos à saúde dos queridos membros de sua família, mesmo que sejam de outra espécie!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.