ColunistaSaúde Mental

Depressões menores

Distimia e Ciclotimia

Loading Likes...

As depressões chamadas menores, apesar de serem consideradas formas atenuadas dos quadros depressivos, são provavelmente mais comuns que os quadros depressivos clássicos.

DISTIMIA

A Distimia Corresponde a uma alteração crônica do humor, que entretanto não preenche os critérios para ser considerado um quadro depressivo. Os pacientes com distmia apresentam uma alternância entre períodos de depressão e períodos em que se sentem relativamente bem; na maioria do tempo, entretanto, sentem-se deprimidos, preocupados excessivamente e sobrecarregados; tudo é um esforço, e nada basicamente é desfrutado; apresentam pouca energia e pouca disposição, sentem-se cansados , com mau humor e irritados em graus variáveis; não obstante são capazes de lidar com as exigências do dia a dia como as responsabilidades domésticas e profissionais, às custas de uma queda na qualidade de vida.

Mais de 90% dos pacientes com distmia podem evoluir para um episódio de depressão maior num estudo de Akiskal [1]. A maioria destes pacientes sequer sabem que estão doentes, e que poderiam levar uma vida normal, se tivessem acesso a tratamento.

CICLOTIMIA

A Ciclotimia pressupõe uma ciclagem no estado de humor, e nenhum de nós em estado natural apresenta um humor totalmente retilíneo ou estável. Todos apresentam flutuações que dependerão de inúmeras variáveis como as condições do meio exterior, clima, stress, excesso de informações, problemas circunstanciais, oscilações hormonais, condições de sono, perdas, ganhos, idade e ainda outras variáveis.

Uma pessoa portadora de um quadro de ciclotimia, apresentará instabilidade persistente de humor que pode variar do estado de exaltação do humor ou euforia ao estado de depressão e mau humor.

São sintomas característicos da ciclotimia: a aceleração mental, euforia,irritabilidade, tagarelice, sentimentos de onipotência e grandiosidade, insônia e diminuição do senso crítico.

As doenças depressivas são fenômenos extremamente complexos, e ainda há muito a ser pesquisado e descoberto.

Del Porto [2][3]*em dois de seus trabalhos sobre Transtornos Afetivos Bipolares enfatiza a importância do grupo de San Diego na figura de Hagop Akiskal :de acordo com a formulação de Akiskal,os estados mistos emergem quando um episódio maníaco se manifesta sobre uma pessoa com temperamento de polaridade oposta. Por exemplo- um episódio maníaco ocorrendo em uma pessoa com temperamento hipertímico. Da mesma forma, a instabilidade de temperamento ciclotímico poderia transformar um episódio depressivo em estado misto

Como exemplo da evolução dos conhecimentos, recentemente Akiskal[4] descreveu um quadro que denominou de “ Quadros de Ciclagem Rápida”. Nestes quadros haveria uma alternância de estados de humor, sendo que uma pequena minoria dos pacientes com ciclagem rápida sofre mais de quatro episódios por ano; mas em outros o comportamento fica caótico em vez de verdadeiramente cíclico. Estes pacientes ficam doentes por mais tempo e apresentam risco de suicídio elevados. Uma forma de ciclagem rápida maligna é a ciclagem ultradiana ou ultra-rápida, na qual os pacientes apresentam múltiplas e imprevisíveis recorrências de depressão bipolar, hipomania disfórica, uma mistura de sintomas depressivos, hipomaníacos e psicóticos. Podem apresentar um pequeno período de equilíbrio de humor e mudanças abruptas de um pólo para outro.

Referências:

[1] AKISKAL H S,et alii.Chronic depressions . 1981, pp 297-315

[2] DEL PORTO, JA. Evolução do conceito e controvérsias atuais sobre o transtorno bipolar do humor, 2004, p5

[3] DEL PORTO,JA.História da caracterização nosológica do transtorno bipolar, rev.psiq@usp.br

* nota do autor :O Dr. José Alberto Del Porto é Professor Titular do Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina- UNIFESP. Em nossa opinião pessoal, um dos mais destacados psiquiatras de nosso País, com vasta produção científica e possuidor de um saber incomparável.

[4] AKISKAL,HS,. The evoking Bipolar spectrum: Prototypes I,II,III and IV. 1999,pp517-34

Dr.Persio Ribeiro Gomes de Deus
Av. Iraí 79 cj 95 b Moema. São Paulo. 04082-000
Fone: 55-11-5542.2953 Cel : 98259.5797
e-mail : persio.deus@ig.com.br

Dr. Persio Ribeiro

Dr. Persio Ribeiro Gomes de Deus - CRM 31656/SP Especialista em Psiquiatria, atuando principalmente nos seguintes temas: Dstúrbios Psiquicos da Modernidade : Depressão, Distúrbios de Ansiedade, Síndrome de Pânico, Angústia, Dependência Química, Síndromes Demenciais, Distúrbio do sono, Psicose, Crises Existenciais, Stress, Stress Pós-traumático, T.D.A.H, e demais quadros abordados pela psiquiatria e pelas Neurociências, incluindo convívio familiar, religião e teologia. Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo e mestrado em Ciências das Religiões pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Palestrante. Atualmente é Diretor Técnico de Saúde do Hospital Psiquiátrico da Agua Funda. Médico Credenciado pelo Hospital Albert Einstein . Atende em seu Consultório Médico Particular na região de Moema. Pesquisador da Universidade Mackenzie pelo MackPesquisa e cnpq na área de Religiosidade e Saúde. É colunista do portal www.minhavida.com.br, canal com dicas de saúde, alimentação, emoções, bem-estar, família, beleza, etc… Tem experiência em televisão, atuando em diversos programas da TV Globo e programas e séries da TV Mackenzie. Professor de Psicologia e de Aconselhamento na Escola de Teologia da mesma Universidade. Atuou como Fundador e um dos coordenadores do programa MackVIDA – programa de Prevenção de Saúde da Universidade Mackenzie. Membro do Conselho Consultivo do COMUDA – Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas. Co-autor do Livro Eclipse da alma e diversas publicações médicas nas principais revistas especializadas. Músico, Pianista, Regente de Coral e Orquestra Recebeu a Certificação em 2009 - Mérito pela Valorização da Vida Disposto interinamente em ajudar o próximo. Dr. Persio, vem para somar como colunista “Eu causo em Psiquiatria”.

Artigos relacionados

Veja Também

Fechar